quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Moody

In the dark mood I am
Angry,
Hungry,
Nasty
And Tasty
Bad,
Sad,
Dead
And mad
Hopeless,
Helpless,
Selfless
And reckless
Hurt me if you dare,
Kill me if you care;
Eat my flesh,
Burn my bones.
In the dark mood I am

Barbe blanche

J'aime ma barbe qui blanchit:
Poil à poil,
Jour à jour,
Nuit à nuit.

Hier, enfant,
Demain, vieux,
Après, la mort.
Après, ma mort.

Malgré ce qui suit,
J'aime ma barbe qui blanchit

Printemps passé,
L'été s'enfuit.
L'automne approche,
Mûrissent les fruits.

Et aujourd'hui?
J'aime ma barbe qui blanchit.

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Banalizações

Nos tempos que correm, as palavras se gastam muito rapidamente, como tipos de uma obra excessivamente impressa.

Prioridades

Meu único objetivo na vida é ser agradavelmente desagradável a todo o gênero humano. Geralmente consigo fazer a parte de ser desagradável.

Ilusões e monstruosidades

Prefiro sustentar doces ilusões a me entregar de todo à minha monstruosidade. Toda espada precisa de uma bainha.

domingo, 27 de março de 2016

Barraco barroco

Brasil, Brasil,
Barraco barroco,
De planejados improvisos
E macabros consensos,
De páscoas carnavalescas,
Sombras iluministas
E peladas mal vestidas,
Chiaroscuro caravágico
De opiniões e torcidas,
De casas-grandes, senzalas,
Pelourinhos e lacrimogêneo,
Desigual por natureza
E bipartidário por opção

-Brasil, Brasil,
Barraco barroco,
Que aleijado Aleijadinho
Te esculpiu?

Dedicado aos amigos Fred e Dino

segunda-feira, 21 de março de 2016

Circo Guernica

Quando o Circo Guernica pegou fogo, foi cada um por si e o Diabo por todos. Com risos sardônicos, os palhaços esfaquearam o mestre do picadeiro. Sem rede, trapezistas suicidas se atiravam ao solo, virando poças de sangue. O engolidor de fogo explodiu, o engolidor de espadas se rasgou e o atirador de facas acertou corações e cérebros. Os leões comeram o domador e avançaram contra o respeitável público. A moça dos cavalos foi pisoteada sob cascos, ferraduras e sapatos. Quando se apagou o fogo, do Circo Guernica sobraram apenas cinzas, ossos calcinados e carnes dilaceradas. Triste tragédia!

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Hard ways (Shugyo)

Easy are the paths
To darkness,
Hard are the paths
To light

Easy are the ways
Of war,
Hard ate the ways
Of peace

Easy are the roads
To slavery,
Hard are the roads
To freedom

Easy is the path
To pain and tears,
Hard is the path
Through pain and tears

Hard it is to walk
In light and peace,
Freedom, pain and tears!

Never give up!
Never give in!

Feel the sun,
Hear the wind,
Wear your boots,
Take you breath...

Go on!

World will shrink
Under your feet!

Centro

Nada me abalará,
Estou no centro;
Nada me abaterá,
Estou no centro;
Nada me atingirá,
Sou o centro.

Live on

Go on, my dear,
Go on, my friend!
Stars are glowing,
Wind is blowing,
Life is flowing!
Go on, my dear,
Go on, my friend!